Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Notícias Seapa coordena ação de levantamento de dados da pesca do atum no Ceará
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Seapa coordena ação de levantamento de dados da pesca do atum no Ceará PDF Imprimir E-mail
Seg, 15 de Janeiro de 2018 17:58

Os técnicos da Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa) irão coordenar a coleta de dados sobre a pesca do atum no litoral cearense. A decisão foi tomada após encontro nesta sexta-feira (12), em Itarema, entre o secretário Euvaldo Bringel, o presidente do Subcomitê Científico Brasileiro de Atuns e Afins do ICCAT, Paulo Tavares, a correspondente de Estática do Brasil junto ao ICCAT, Camila Camilo, e o diretor técnico do Coletivo Nacional da Pesca e Aquicultura (Conepe), Cadu Vilaça, armadores e pescadores da região. Participaram da reunião o deputado estadual Robério Monteiro, o secretário municipal de Turismo, Pesca e Meio Ambiente do município, Nazion Aguiar e o presidente do Sindicato dos Armadores de Pesca do CE e PI, Márcio Kyldare.

Uma equipe da Secretaria, sob a coordenação do engenheiro de Pesca Willams Bastista, estará a partir desta segunda-feira (15) até a próxima quarta-feira (16) no município para fazer o levantamento dos dados com os armadores e lideranças do setor. A ação é necessária para que a Comissão Internacional para a Conservação do Atum do Atlântico estabeleça a cota de pesca do atum por parte dos estados brasileiros que realizam essa atividade. Precisamos estabelecer uma cota real, condizente com o nosso estado. Já estamos pescando cerca de 1 milhão de quilos por mês de atum. Somos um estado pescador, e a pesca é uma atividade econômica importante para o Ceará. Nós temos 600 quilômetros de costa e a nossa cota deve ser justa com isso. Nós vamos atrás disso”, reforçou o secretário Euvaldo Bringel.

O atum é um peixe que migra durante o seu ciclo de vida, por isso é considerado um recurso internacional. Para garantir que não haja excesso de capturas, os países banhados pelo Oceano Atlântico que pescam atuns estão ligados ao ICCAT. O órgão estabelece cotas de captura e certifica que a pesca esteja dentro dos limites. Os dados coletados durante a missão da Seapa serão encaminhados para o Coletivo Nacional da Pesca e Aquicultura (Conepe), que se responsabilizarão em enviá-los ao ICCAT.

Segundo Camila Camilo, se faz necessário “Identificar quem são essas embarcações que estão atuando nessa pesca de cardume associado, que está crescendo, que é uma fonte de renda para o Estado. Quantificar para criar essa modalidade de pesca e assim fazer a gestão dessa pescaria de forma regulamentada”, destacou.

Ceará Mares do Atum

O Governo do Ceará, através da Seapa criou o Projeto Ceará Mares do Atum, com o objetivo de desenvolver a pesca do atum no Estado. Estão sendo realizadas ações de licenciamentos e certificações da frota; realização de cursos técnicos que visam capacitar as equipes de pesca; adequação de infraestrutura para recepção, beneficiamento e comercialização do pescado e divulgação do atum como um produto de qualidade e alta rentabilidade para o estímulo à expansão e atração de novas indústrias. São parceiros do Projeto o Sindicato das Indústrias de Frio e Pesca do Ceará (Sindifrio) e a Prefeitura de Itarema. “Contamos com total apoio do governador Camilo Santana e de parceiros para apoiarmos essa pesca e para que ela cresça legalizada e de forma organizada”, concluiu Euvaldo Bringel.

 

15.01.2018

Assessoria de Imprensa da Seapa

Julyana S Campos

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. / 85 3241.0561 - 98674.2701

 

Calendário

Maio 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2